Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

'Travessia de uma Estrela!'




Atravessei inúmeros desertos
Para perder o medo das verdades
Que me foram destinadas.
Caminhei ao lado dos teus passos
Retratando tesouros
Buscando nas preciosidades eternas
Ética, luz e coragem.
Temperei a alma e o caráter
Tendo você, o meu maior referencial
Poliste meu talento
E no mundo da fantasia
Fizeste da dor, o alento
Cantaste a canção do vento
Buscando na musa distante
A poesia como fonte
E entre risos, lágrimas e emoções
Fizeste de mim
A mais bela estrela viajante!

Conceição Bentes
(Dedico ao poeta Théo Drummond)
Publicado no Recanto das Letras em 08/12/2008
Código do Texto: T1324378
Postar um comentário

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

'Travessia de uma Estrela!'




Atravessei inúmeros desertos
Para perder o medo das verdades
Que me foram destinadas.
Caminhei ao lado dos teus passos
Retratando tesouros
Buscando nas preciosidades eternas
Ética, luz e coragem.
Temperei a alma e o caráter
Tendo você, o meu maior referencial
Poliste meu talento
E no mundo da fantasia
Fizeste da dor, o alento
Cantaste a canção do vento
Buscando na musa distante
A poesia como fonte
E entre risos, lágrimas e emoções
Fizeste de mim
A mais bela estrela viajante!

Conceição Bentes
(Dedico ao poeta Théo Drummond)
Publicado no Recanto das Letras em 08/12/2008
Código do Texto: T1324378
Postar um comentário