Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

'Anjo Perdido!'



Onde andará o anjo
Que partiu em busca
De uma estrela
Deixando sua luz
No tempo da eternidade?
Ao perdê-lo
Renasci sem ter morrido
E fiz da sua ausência
Um rio avesso
Inexistente!
Andei por caminhos estranhos
Assustada e incerta
Tornei-me amor e saudade
E ao perder seu rosto no infinito
Brindei na taça das lagrimas
A dor diante do mundo
Eternizando seu rastro
Num silêncio ensurdecedor


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2008
Código do Texto: T1336142
Postar um comentário

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

'Anjo Perdido!'



Onde andará o anjo
Que partiu em busca
De uma estrela
Deixando sua luz
No tempo da eternidade?
Ao perdê-lo
Renasci sem ter morrido
E fiz da sua ausência
Um rio avesso
Inexistente!
Andei por caminhos estranhos
Assustada e incerta
Tornei-me amor e saudade
E ao perder seu rosto no infinito
Brindei na taça das lagrimas
A dor diante do mundo
Eternizando seu rastro
Num silêncio ensurdecedor


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2008
Código do Texto: T1336142
Postar um comentário