Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

'Sou Cigana!'



Desafio meu destino
Faço a magia acontecer
Guardo comigo mistérios
Junto aos segredos teus.
Sou anjo alado
Irradio tua sensibilidade
Ao som da música encantada.
Sou rebelde
E me alterno nas rimas com reflexo
Sem limites
Transbordo-me em excesso
E nas malhas do ciúme, desfaleço.
Sou cigana
Danço a vida nas corredeiras sem fim
Busco harmonia em cada querer
E na teia da vida
Prendo-te num canto de sereia
E te torno imortal sim!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 18/12/2008
Código do Texto: T1341668
Postar um comentário

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

'Sou Cigana!'



Desafio meu destino
Faço a magia acontecer
Guardo comigo mistérios
Junto aos segredos teus.
Sou anjo alado
Irradio tua sensibilidade
Ao som da música encantada.
Sou rebelde
E me alterno nas rimas com reflexo
Sem limites
Transbordo-me em excesso
E nas malhas do ciúme, desfaleço.
Sou cigana
Danço a vida nas corredeiras sem fim
Busco harmonia em cada querer
E na teia da vida
Prendo-te num canto de sereia
E te torno imortal sim!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 18/12/2008
Código do Texto: T1341668
Postar um comentário