Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

'Natal de Todos os Tempos!'



Nasce no coração do Universo,
Para ensinar que o tempo é de colher
Esperança e paz,
O Filho de Deus,
Na ternura de uma criança!
Nas palavras que proferiu
Adornadas com rosas do amor,
Pregou a união de povos e nações
Sem cores de raças;
A aquisição da fé
Quando muitos a perderam,
O endereço certo
Onde tantos outros
Não sabem para onde ir.
Fez da estrela guia
A luz da sabedoria
Na magia do recomeço
E brotou a semente da compreensão
No sonho da liberdade!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 08/12/2008
Código do Texto: T1325687
Postar um comentário

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

'Natal de Todos os Tempos!'



Nasce no coração do Universo,
Para ensinar que o tempo é de colher
Esperança e paz,
O Filho de Deus,
Na ternura de uma criança!
Nas palavras que proferiu
Adornadas com rosas do amor,
Pregou a união de povos e nações
Sem cores de raças;
A aquisição da fé
Quando muitos a perderam,
O endereço certo
Onde tantos outros
Não sabem para onde ir.
Fez da estrela guia
A luz da sabedoria
Na magia do recomeço
E brotou a semente da compreensão
No sonho da liberdade!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 08/12/2008
Código do Texto: T1325687
Postar um comentário