Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

'Recomeço!'



Mergulho o meu sonhar
Na dança das águas
E num vaivém incessante divago
Onde nunca meu pensamento
Atreveu-se a chagar.
Nas ondas esfuziantes,
Meus castelos são construídos
E enfeitados pelo bailar das gaivotas
Cujos vôos inesperados
Coroam os céus
Trazendo mistérios
Que não ousam revelar.
Aborto a saudade
Reconstruo a felicidade,
Danço a paz com o arco-íris
Deixando a natureza em êxtase.
É o momento do recomeço!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 03/12/2008
Código do Texto: T1316065
Postar um comentário

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

'Recomeço!'



Mergulho o meu sonhar
Na dança das águas
E num vaivém incessante divago
Onde nunca meu pensamento
Atreveu-se a chagar.
Nas ondas esfuziantes,
Meus castelos são construídos
E enfeitados pelo bailar das gaivotas
Cujos vôos inesperados
Coroam os céus
Trazendo mistérios
Que não ousam revelar.
Aborto a saudade
Reconstruo a felicidade,
Danço a paz com o arco-íris
Deixando a natureza em êxtase.
É o momento do recomeço!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 03/12/2008
Código do Texto: T1316065
Postar um comentário