Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 14 de fevereiro de 2009

"Elo"



Rompeu-se a face
do destino,
e o delírio eterno
quer que eu sonhe...

Em cada sonho
uma palavra,
em todas eu te encontro,
seja nos versos,
nos poemas,
nos livros,
no meu íntimo...

Mas é na ousadia
das horas vividas
que o pensamento se faz,
cala...

Somos o horizonte,
a constelação,
o universo...
Juntos damos sentido
ao atual caminho,
que mostra-se
ser amor,
fascínio,
infinito...


Kênia Bastos
Publicado no Recanto das Letras em 12/02/2009
Código do texto: T1436215
Postar um comentário

sábado, 14 de fevereiro de 2009

"Elo"



Rompeu-se a face
do destino,
e o delírio eterno
quer que eu sonhe...

Em cada sonho
uma palavra,
em todas eu te encontro,
seja nos versos,
nos poemas,
nos livros,
no meu íntimo...

Mas é na ousadia
das horas vividas
que o pensamento se faz,
cala...

Somos o horizonte,
a constelação,
o universo...
Juntos damos sentido
ao atual caminho,
que mostra-se
ser amor,
fascínio,
infinito...


Kênia Bastos
Publicado no Recanto das Letras em 12/02/2009
Código do texto: T1436215
Postar um comentário