Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

COM O AMOR NA MEMÓRIA



Amar deve ser um perder da memória
dos muitos amores que nunca esqueci
pela vida levada à margem da história
da memória do amor que nunca perdi.

Deve ser da esperança
minha vaga lembrança
dessas vidas passadas
ao meu lado de ti...

Amar deve ser como a luz da centelha
no pólen das rosas num gozo sem fim
no início da vida da luz que te espelha
no amor da centelha na flor do jardim.

Deve ser da esperança
de tua vaga lembrança
dessas vidas passadas
ao teu lado de mim...


Afonso Estebanez
(Dedicado à doce e fiel amiga
Verluci Almeida)
Postar um comentário

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

COM O AMOR NA MEMÓRIA



Amar deve ser um perder da memória
dos muitos amores que nunca esqueci
pela vida levada à margem da história
da memória do amor que nunca perdi.

Deve ser da esperança
minha vaga lembrança
dessas vidas passadas
ao meu lado de ti...

Amar deve ser como a luz da centelha
no pólen das rosas num gozo sem fim
no início da vida da luz que te espelha
no amor da centelha na flor do jardim.

Deve ser da esperança
de tua vaga lembrança
dessas vidas passadas
ao teu lado de mim...


Afonso Estebanez
(Dedicado à doce e fiel amiga
Verluci Almeida)
Postar um comentário