Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 11 de janeiro de 2009

'Versos em Aquarela'


Gabriela Seltz


Visto-me de noite mansa
Reinvento versos
Desprendendo o coração
Do labirinto monocromático.

Venho com luzes
Clareando caminhos
Das rimas coloridas
Antes do poema final

Reescrevo minhas páginas
Em cenários multicores
Que diz quase tudo
Ou muito pouco
De maneira irreal
Difusa
Irrevelada!

Conceição Bentes
09/01/09
Postar um comentário

domingo, 11 de janeiro de 2009

'Versos em Aquarela'


Gabriela Seltz


Visto-me de noite mansa
Reinvento versos
Desprendendo o coração
Do labirinto monocromático.

Venho com luzes
Clareando caminhos
Das rimas coloridas
Antes do poema final

Reescrevo minhas páginas
Em cenários multicores
Que diz quase tudo
Ou muito pouco
De maneira irreal
Difusa
Irrevelada!

Conceição Bentes
09/01/09
Postar um comentário