Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

A poesia não há!



Se não sabes fazer verso, aprende.
É carecido apenas saber amar
e tudo na vida observar,
mas também deixar-se ser observado.

Se não sabes declamar, aprende.
Deixa a voz falar de amor
e sentir que nelas moram as palavras
e o canto no nosso peito nunca se cala,
mas só se desencanta quando não o cantamos.

O pior de tudo é só se não gostares dos poemas,
nem de um verso solto caçando uma boca
que sem esforço o declame,
porque, se aos poemas não amas,
nunca hás de achar alegria
mesmo quando chorares de tristeza,
sabes por quê?
Em teu coração não mora a poesia.


Paulino Vergetti Neto
Publicado no Recanto das Letras em 22/01/2009
Código do Texto:1397893
Postar um comentário

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

A poesia não há!



Se não sabes fazer verso, aprende.
É carecido apenas saber amar
e tudo na vida observar,
mas também deixar-se ser observado.

Se não sabes declamar, aprende.
Deixa a voz falar de amor
e sentir que nelas moram as palavras
e o canto no nosso peito nunca se cala,
mas só se desencanta quando não o cantamos.

O pior de tudo é só se não gostares dos poemas,
nem de um verso solto caçando uma boca
que sem esforço o declame,
porque, se aos poemas não amas,
nunca hás de achar alegria
mesmo quando chorares de tristeza,
sabes por quê?
Em teu coração não mora a poesia.


Paulino Vergetti Neto
Publicado no Recanto das Letras em 22/01/2009
Código do Texto:1397893
Postar um comentário