Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 25 de janeiro de 2009

Sempre Tu



Completo a ausência de tudo
Amando a dúvida
Que sucede o meu por que.
No rosto deslavado
A verdade é disfarçada
Não proclamo o que convém
Nem louvo o parecer
Mas sou o tempo que sinto,
Que mensuro, que encaixo
Enquanto o instante for,
Ter-te-ei sempre
E a palavra permitindo
Eu direi Tu.


Conceição Bentes
24/01/09
Postar um comentário

domingo, 25 de janeiro de 2009

Sempre Tu



Completo a ausência de tudo
Amando a dúvida
Que sucede o meu por que.
No rosto deslavado
A verdade é disfarçada
Não proclamo o que convém
Nem louvo o parecer
Mas sou o tempo que sinto,
Que mensuro, que encaixo
Enquanto o instante for,
Ter-te-ei sempre
E a palavra permitindo
Eu direi Tu.


Conceição Bentes
24/01/09
Postar um comentário