Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 11 de janeiro de 2009

'Choro de papelão'



Mansa é-me a tua voz,
dos meus ouvidos rara algoz,
de minha alma um barulho estúpido.

Lindo é o olhar roubado de tua face
entre as primeiras rugas que deixaste
que tuas mãos as pusessem em teu rosto.

Nada mais creio possa dar teu coração
a este poeta transformado em papelão
e que essas tuas lágrimas molhando rasgue-o.

Paulino Vergetti Neto
Publicado no Recanto das Letras em 11/01/2009
Código do Texto1379329
Postar um comentário

domingo, 11 de janeiro de 2009

'Choro de papelão'



Mansa é-me a tua voz,
dos meus ouvidos rara algoz,
de minha alma um barulho estúpido.

Lindo é o olhar roubado de tua face
entre as primeiras rugas que deixaste
que tuas mãos as pusessem em teu rosto.

Nada mais creio possa dar teu coração
a este poeta transformado em papelão
e que essas tuas lágrimas molhando rasgue-o.

Paulino Vergetti Neto
Publicado no Recanto das Letras em 11/01/2009
Código do Texto1379329
Postar um comentário