Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Amor, gosto de mar!




(Dedico ao poeta Sergio Severo Maranhão)

No teu olhar com gosto de mar
tenho a paz universal
aprisionando-me na essência do amor
que entrelaça nossas almas.

Amor sem pressa,
segue a simetria aleatória
das descobertas, do aprendizado
e desnorteio.

Vive de profundidades e superfícies,
no verbo exato do futuro amplo
com a maneira certa de dizermos juntos
que somos os segundos duradouros
da imutável eternidade.

Conceição Bentes

Publicado no Recanto das Letras em 29/01/09
Código do Texto: T1411708
Postar um comentário

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Amor, gosto de mar!




(Dedico ao poeta Sergio Severo Maranhão)

No teu olhar com gosto de mar
tenho a paz universal
aprisionando-me na essência do amor
que entrelaça nossas almas.

Amor sem pressa,
segue a simetria aleatória
das descobertas, do aprendizado
e desnorteio.

Vive de profundidades e superfícies,
no verbo exato do futuro amplo
com a maneira certa de dizermos juntos
que somos os segundos duradouros
da imutável eternidade.

Conceição Bentes

Publicado no Recanto das Letras em 29/01/09
Código do Texto: T1411708
Postar um comentário