Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 30 de novembro de 2008

'MIL-CORES '


(MIL-CORES (breynia nivosa)

Esta luz
que entra em meu quarto
é silêncio profuso
que me redime de amores
é dom primitivo
que distende os neurônios
absolve pecados
e faz de minha alma
uma casa feliz.

Este brilho que infiltra
e resvala nas sombras
decifra vestígios
e graças sem fim.

Luz transitória
que cumpre o eterno
na cela da hora
me apazigua os mortos

afaga as mil cores
ressona em meu cão

me acolhe em regaço
e ama em mim.

(Fernando Campanella)
Postar um comentário

domingo, 30 de novembro de 2008

'MIL-CORES '


(MIL-CORES (breynia nivosa)

Esta luz
que entra em meu quarto
é silêncio profuso
que me redime de amores
é dom primitivo
que distende os neurônios
absolve pecados
e faz de minha alma
uma casa feliz.

Este brilho que infiltra
e resvala nas sombras
decifra vestígios
e graças sem fim.

Luz transitória
que cumpre o eterno
na cela da hora
me apazigua os mortos

afaga as mil cores
ressona em meu cão

me acolhe em regaço
e ama em mim.

(Fernando Campanella)
Postar um comentário