Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 25 de novembro de 2008

'A Dança da Espera!'


(Willem Haenraets)

Esperei por ti
Através das distancias estrelares
Ao nascer de cada dia,
Na suavidade dos córregos.
Fui areia de uma praia perdida
Que esperou teu beijo
Nas inconstantes marés
Te esperei no vento viajante
Pra ser levada pelos campos
Na dança do amor.
Nossas almas em sintonia,
Apuraram os sentidos
Rodopiando numa dança de sensações
E comungaram da mesma ribalta
Seduzindo o Universo
Iluminando a solidão!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 25/11/2008
Código do Texto: T1301939
Postar um comentário

terça-feira, 25 de novembro de 2008

'A Dança da Espera!'


(Willem Haenraets)

Esperei por ti
Através das distancias estrelares
Ao nascer de cada dia,
Na suavidade dos córregos.
Fui areia de uma praia perdida
Que esperou teu beijo
Nas inconstantes marés
Te esperei no vento viajante
Pra ser levada pelos campos
Na dança do amor.
Nossas almas em sintonia,
Apuraram os sentidos
Rodopiando numa dança de sensações
E comungaram da mesma ribalta
Seduzindo o Universo
Iluminando a solidão!

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 25/11/2008
Código do Texto: T1301939
Postar um comentário