Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

'Amor virtual'



Tens a voz de anjo,
miragem sem face,
chega tão doce
e permanece...
Em meus pensamentos,
és sedutor,
paixão e delírio,
complemento do amor.
Silencioso e sutil,
diz coisas lindas,
de um modo gentil,
sem rodeios,
me paquera e
me encanta...
Afaga os meus
sentidos quando
minha estima levanta.
Quem és tu, afinal?
Chega assim ,
como vendaval...
E mesmo sem tocar
a minha pele,
faz com que eu espere,
o tempo que for preciso...
Sensível...
Sem juízo...
Só para mais uma vez,
ouvir o teu riso,
mesmo sendo ele virtual.

(Valquíria Cordeiro)
26/11/2008
Postar um comentário

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

'Amor virtual'



Tens a voz de anjo,
miragem sem face,
chega tão doce
e permanece...
Em meus pensamentos,
és sedutor,
paixão e delírio,
complemento do amor.
Silencioso e sutil,
diz coisas lindas,
de um modo gentil,
sem rodeios,
me paquera e
me encanta...
Afaga os meus
sentidos quando
minha estima levanta.
Quem és tu, afinal?
Chega assim ,
como vendaval...
E mesmo sem tocar
a minha pele,
faz com que eu espere,
o tempo que for preciso...
Sensível...
Sem juízo...
Só para mais uma vez,
ouvir o teu riso,
mesmo sendo ele virtual.

(Valquíria Cordeiro)
26/11/2008
Postar um comentário