Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 9 de março de 2009

Pigmalião



Vejo o sol se por,
o crepúsculo tinge minha retina
seduzindo minha alma
cheia de angústias e vivências
Nasce minha identidade
ofuscada pelo brilho
dos astros, de deuses
e luas enigmáticas
Sou Pigmalião,
vivente de um universo pálido
sem cores,
de monólogos sem respostas
cercado por esculturas ilusionistas
que fazem do meu mundo
menos mórbido e infeliz


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 07/03/09
Código do Texto: T1473527
Postar um comentário

segunda-feira, 9 de março de 2009

Pigmalião



Vejo o sol se por,
o crepúsculo tinge minha retina
seduzindo minha alma
cheia de angústias e vivências
Nasce minha identidade
ofuscada pelo brilho
dos astros, de deuses
e luas enigmáticas
Sou Pigmalião,
vivente de um universo pálido
sem cores,
de monólogos sem respostas
cercado por esculturas ilusionistas
que fazem do meu mundo
menos mórbido e infeliz


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 07/03/09
Código do Texto: T1473527
Postar um comentário