Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 16 de março de 2009

AMOR SEM CULPAS



Pensei já haver esquecido
ter sido eterno o momento
meu tempo de amor vivido
com o teu no pensamento.

Restou comigo um sentido
de ouvir a canção do vento
dizendo-me haver perdido
o amor na curva do tempo.

Mas tu fostes-me uma flor
e mesmo sem te dar nada
eu ganhei tuas desculpas.

Assim eu te amo sem dor:
de alma só, porém lavada
de todas aquelas culpas...

Afonso Estebanez
(Dedicado carinhosamente à amiga
Maria Augusta Maurício Cesar
– a nossa “Fada do Amor”)
Postar um comentário

segunda-feira, 16 de março de 2009

AMOR SEM CULPAS



Pensei já haver esquecido
ter sido eterno o momento
meu tempo de amor vivido
com o teu no pensamento.

Restou comigo um sentido
de ouvir a canção do vento
dizendo-me haver perdido
o amor na curva do tempo.

Mas tu fostes-me uma flor
e mesmo sem te dar nada
eu ganhei tuas desculpas.

Assim eu te amo sem dor:
de alma só, porém lavada
de todas aquelas culpas...

Afonso Estebanez
(Dedicado carinhosamente à amiga
Maria Augusta Maurício Cesar
– a nossa “Fada do Amor”)
Postar um comentário