Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 15 de abril de 2009

MEU PLANETA HABITÁVEL


Pelo menos uma vez na vida
permito que meu coração avesso
seja o único planeta habitável
da via-láctea farta de mim...

Deixo encostado o portão do meu jardim
e entro em casa pelos fundos de minha alma
para não sujar o tapete da porta de entrada
preparado para quando chegar a primavera...

Todo amor começa com a espera...
E enquanto você não chega,
faço do instante mais eterno
o mais breve momento
de você chegar...

Não importa se demorar...
A certeza me é o bastante
e você me vem em pensamento
antes mesmo de chegar...


Afonso Estebanez
(Dedicado à minha notável
amiga La Bianchi – “Bia”)
Postar um comentário

quarta-feira, 15 de abril de 2009

MEU PLANETA HABITÁVEL


Pelo menos uma vez na vida
permito que meu coração avesso
seja o único planeta habitável
da via-láctea farta de mim...

Deixo encostado o portão do meu jardim
e entro em casa pelos fundos de minha alma
para não sujar o tapete da porta de entrada
preparado para quando chegar a primavera...

Todo amor começa com a espera...
E enquanto você não chega,
faço do instante mais eterno
o mais breve momento
de você chegar...

Não importa se demorar...
A certeza me é o bastante
e você me vem em pensamento
antes mesmo de chegar...


Afonso Estebanez
(Dedicado à minha notável
amiga La Bianchi – “Bia”)
Postar um comentário