Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 11 de abril de 2009

Alguém olha por mim



Olhos que me tocam
Com a ternura de quem ama
Cuidando da minha alma
transposta na imensidão
Teu amor me chega
pelos clarões da saudade,
no silêncio dos meus passos trôpegos,
em labirintos meio a tempestades
Olhas por mim
do teu mundo perfeito
longe da minha compreensão,
modelado pela imaginação
Sinto a essência do teu ser
E renasço contra o poente da vida
Ofertando minhas esperanças
Ante o fulgor do mundo.


Conceição Bentes
09/04/09
Postar um comentário

sábado, 11 de abril de 2009

Alguém olha por mim



Olhos que me tocam
Com a ternura de quem ama
Cuidando da minha alma
transposta na imensidão
Teu amor me chega
pelos clarões da saudade,
no silêncio dos meus passos trôpegos,
em labirintos meio a tempestades
Olhas por mim
do teu mundo perfeito
longe da minha compreensão,
modelado pela imaginação
Sinto a essência do teu ser
E renasço contra o poente da vida
Ofertando minhas esperanças
Ante o fulgor do mundo.


Conceição Bentes
09/04/09
Postar um comentário