Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Clamor



Onde estás?
não vês a multidão
que carrego comigo
sem alcançar tua imagem,
teu sorriso?

Tua ausência me faz
debater em terras altas,
mares profundos,
céus indistintos
ficando atônita
rindo de tudo e de nada,
ou chorando por palavras
afagos, gestos miúdos

Não sou a resposta
para questões que me fazes
e fecho-me em cortinas transparentes
nua e verde para a vida.

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 20/04/09
Código do Texto: T1549194
Postar um comentário

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Clamor



Onde estás?
não vês a multidão
que carrego comigo
sem alcançar tua imagem,
teu sorriso?

Tua ausência me faz
debater em terras altas,
mares profundos,
céus indistintos
ficando atônita
rindo de tudo e de nada,
ou chorando por palavras
afagos, gestos miúdos

Não sou a resposta
para questões que me fazes
e fecho-me em cortinas transparentes
nua e verde para a vida.

Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 20/04/09
Código do Texto: T1549194
Postar um comentário