Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

II



Dentro de Mim, um outro urde negro destino,
urde a lenda da raça em torre de ilusão.
E é rival meu no sonho esse monstro divino,
fez-nos Deus duplo ser, tendo um só coração...

São dois gêmeos irmãos, que se beijam e se odeiam;
Filhos da mesma Sina e do mesmo infortúnio
e erram sob um luar num distante interlúnio
de saudades e veemência - ardores que a lua anseiam...

Sou um misto de luz e Deus... deliro arcano!
mistério e luar perdidos a seguir as galeras
que esculpem em sonho o Além desfeito no oceano...

O ardor da carne anseia um outro ser, enfim!
sou o fluxo-refluxo eterno das quimeras...
que chora esse outro alguém, que já viveu por mim.

Ernani Rosas

Postar um comentário

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

II



Dentro de Mim, um outro urde negro destino,
urde a lenda da raça em torre de ilusão.
E é rival meu no sonho esse monstro divino,
fez-nos Deus duplo ser, tendo um só coração...

São dois gêmeos irmãos, que se beijam e se odeiam;
Filhos da mesma Sina e do mesmo infortúnio
e erram sob um luar num distante interlúnio
de saudades e veemência - ardores que a lua anseiam...

Sou um misto de luz e Deus... deliro arcano!
mistério e luar perdidos a seguir as galeras
que esculpem em sonho o Além desfeito no oceano...

O ardor da carne anseia um outro ser, enfim!
sou o fluxo-refluxo eterno das quimeras...
que chora esse outro alguém, que já viveu por mim.

Ernani Rosas

Postar um comentário