Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 8 de setembro de 2013

CANÇÃO DE NINAR


(Capa da 1ª edição do livro.)

(para uma criança da favela) 

Criança, és fio d'água 
Triste desde a fonte. 
Humilde plantinha 
Nascido em monturo: 
Quanta ausência mora 
Nesse olhar escuro!

Recosta a cabeça 
Na minha cantiga
Deixa que te envolva,
Que te beije e embale. 

Helena Kolody 
Do livro: "Vida breve" [1964],

Postar um comentário

domingo, 8 de setembro de 2013

CANÇÃO DE NINAR


(Capa da 1ª edição do livro.)

(para uma criança da favela) 

Criança, és fio d'água 
Triste desde a fonte. 
Humilde plantinha 
Nascido em monturo: 
Quanta ausência mora 
Nesse olhar escuro!

Recosta a cabeça 
Na minha cantiga
Deixa que te envolva,
Que te beije e embale. 

Helena Kolody 
Do livro: "Vida breve" [1964],

Postar um comentário