Seja bem-vindo. Hoje é

terça-feira, 16 de junho de 2009

ENCONTRO

(Gary Benfield)


Sente minh'alma, o corpo... Ouve a esperança
de um amanhã sem medos, sem pecado.
Sente o desejo, a entrega e o amor que alcança
os sonhos de um sonhar jamais sonhado.

Sente o lembrar perdido na lembrança,
cantado pelas brumas do passado.
Perscruta além do véu... Então, alcança
a trama entrelaçada pelo fado.

Sou tua; há eternidades tu és meu...
Desde o princípio em que nos concebeu,
o céu nos destinou a mesma estrada.

E a noite... Uma só tenda... Uma fogueira...
E uma paixão, qual fora a vez primeira...
No encontro... Na explosão de uma alvorada!


Patricia Neme
Postar um comentário

terça-feira, 16 de junho de 2009

ENCONTRO

(Gary Benfield)


Sente minh'alma, o corpo... Ouve a esperança
de um amanhã sem medos, sem pecado.
Sente o desejo, a entrega e o amor que alcança
os sonhos de um sonhar jamais sonhado.

Sente o lembrar perdido na lembrança,
cantado pelas brumas do passado.
Perscruta além do véu... Então, alcança
a trama entrelaçada pelo fado.

Sou tua; há eternidades tu és meu...
Desde o princípio em que nos concebeu,
o céu nos destinou a mesma estrada.

E a noite... Uma só tenda... Uma fogueira...
E uma paixão, qual fora a vez primeira...
No encontro... Na explosão de uma alvorada!


Patricia Neme
Postar um comentário