Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 26 de junho de 2009

AGORA



Ó felicidade de ser nesta hora fixa
a luminosa forma de um sonho;
talvez a vida, quem sabe, não passasse
desse esquecimento e dessa ausência de luta.

Eu sei, a luz nunca demora.
Há um estágio marcado para as festas.
Mas se ainda me vejo capaz dessa ambição,
que importa, o que é, que importa,
se efêmero sou mais forte
do que tudo o que eterno é sempre em mim?


Lúcio Cardoso
em Poemas Inéditos
Postar um comentário

sexta-feira, 26 de junho de 2009

AGORA



Ó felicidade de ser nesta hora fixa
a luminosa forma de um sonho;
talvez a vida, quem sabe, não passasse
desse esquecimento e dessa ausência de luta.

Eu sei, a luz nunca demora.
Há um estágio marcado para as festas.
Mas se ainda me vejo capaz dessa ambição,
que importa, o que é, que importa,
se efêmero sou mais forte
do que tudo o que eterno é sempre em mim?


Lúcio Cardoso
em Poemas Inéditos
Postar um comentário