Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

LUAS BRANCAS



O medo de te perder
é o medo de me encontrar
- e trevo silente
ao sem-eira do vento
ao remoinho das brancas luas
retornar

Síndrome das crateras vagas
das horas nuas.

( Ai do estéril ventre
de toda antiga ausência
da sombra das palavras tuas.)


Fernando Campanella,
DE 'O EU CONFESSO'
Postar um comentário

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

LUAS BRANCAS



O medo de te perder
é o medo de me encontrar
- e trevo silente
ao sem-eira do vento
ao remoinho das brancas luas
retornar

Síndrome das crateras vagas
das horas nuas.

( Ai do estéril ventre
de toda antiga ausência
da sombra das palavras tuas.)


Fernando Campanella,
DE 'O EU CONFESSO'
Postar um comentário