Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Egocêntrica



Sinto a vida correr
como um artista
que entra no palco
ao encontro das multidões

Combato o que sonho,
perco-me e me acho
não tendo o quê
nem o porquê

Sou o fim do início,
o ateu com fé
não tenho rimas , nem versos
sacio a vontade de viver
e chego como criança aos teus olhos
que me indagam sem nada ver


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 26/05/09
Código do Texto: T1615106
Postar um comentário

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Egocêntrica



Sinto a vida correr
como um artista
que entra no palco
ao encontro das multidões

Combato o que sonho,
perco-me e me acho
não tendo o quê
nem o porquê

Sou o fim do início,
o ateu com fé
não tenho rimas , nem versos
sacio a vontade de viver
e chego como criança aos teus olhos
que me indagam sem nada ver


Conceição Bentes
Publicado no Recanto das Letras em 26/05/09
Código do Texto: T1615106
Postar um comentário