Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 9 de junho de 2011

NESTA SELVA

Nesta selva selvagem,
o homem persegue nuvens que o perseguem.

Neste reino
de insânia, o homem soluça.

O homem soluça: “Deus!” – e o eco tão longe
vai que talvez nem Deus possa escutá-lo.

Alphonsus de Guimaraens Filho
In: Só a noite é que amanhece
Postar um comentário

quinta-feira, 9 de junho de 2011

NESTA SELVA

Nesta selva selvagem,
o homem persegue nuvens que o perseguem.

Neste reino
de insânia, o homem soluça.

O homem soluça: “Deus!” – e o eco tão longe
vai que talvez nem Deus possa escutá-lo.

Alphonsus de Guimaraens Filho
In: Só a noite é que amanhece
Postar um comentário