Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 26 de julho de 2009

SAUDADE



Um dia,
matarei essa saudade danada,
agarrada ao meu coração.

Um dia,
decretarei o seu despejo
e pintarei de branco
as paredes desse avesso.

Abrirei portas e janelas,
voltarei a fazer versos,
porei flor nos cabelos,
e batom nos lábios,
para atrair a musa
dessa saudade.


(Genaura Tormin)
Postar um comentário

domingo, 26 de julho de 2009

SAUDADE



Um dia,
matarei essa saudade danada,
agarrada ao meu coração.

Um dia,
decretarei o seu despejo
e pintarei de branco
as paredes desse avesso.

Abrirei portas e janelas,
voltarei a fazer versos,
porei flor nos cabelos,
e batom nos lábios,
para atrair a musa
dessa saudade.


(Genaura Tormin)
Postar um comentário