Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 26 de março de 2014

'VARIANTES'


As palavras da noite
Fazem esta noite fria
Na tristeza do silêncio
Da minha alma vazia.
Abro as portas do passado
Para ouvir a voz do tempo
Na música do vento
Canções ainda acordadas.
No umbral de meu templo
Quase me perco de mim
Ou qualquer coisa assim
Que em silêncio contemplo.


Vany Campos
Publicado no Recanto das Letras em 22/07/2010
Postar um comentário

quarta-feira, 26 de março de 2014

'VARIANTES'


As palavras da noite
Fazem esta noite fria
Na tristeza do silêncio
Da minha alma vazia.
Abro as portas do passado
Para ouvir a voz do tempo
Na música do vento
Canções ainda acordadas.
No umbral de meu templo
Quase me perco de mim
Ou qualquer coisa assim
Que em silêncio contemplo.


Vany Campos
Publicado no Recanto das Letras em 22/07/2010
Postar um comentário