Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 28 de julho de 2011

SMILE

Viver quando a vida é um mar de rosas,
onde voga o batel das ilusões,
oh quanto é bom viver!

Quando a falena de asas luminosas
— Amor — se abriga em nossos corações,
como é triste morrer!

Viver, quando o Ideal é um sonho findo,
e o presente — amarga realidade...
como é triste viver!

Quando a Crença e o Amor não se extinguindo,
e empunhamos a taça da Saudade...
oh quanto é bom morrer!

Rosalia Sandoval
(Alagoas)
Da revista: "O Lyrio", nº 18 e 19, abril e maio 1904, PE
Postar um comentário

quinta-feira, 28 de julho de 2011

SMILE

Viver quando a vida é um mar de rosas,
onde voga o batel das ilusões,
oh quanto é bom viver!

Quando a falena de asas luminosas
— Amor — se abriga em nossos corações,
como é triste morrer!

Viver, quando o Ideal é um sonho findo,
e o presente — amarga realidade...
como é triste viver!

Quando a Crença e o Amor não se extinguindo,
e empunhamos a taça da Saudade...
oh quanto é bom morrer!

Rosalia Sandoval
(Alagoas)
Da revista: "O Lyrio", nº 18 e 19, abril e maio 1904, PE
Postar um comentário