Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 29 de julho de 2011

EM SEDA

Por esta luz que me alumia
e me inventa em seda a estrada

entre a arte, alívio da memória,
e o mais trêmulo aceno do nada

- se com o mundo me acertei/me desavim,
já nem sei -

sou o que perdidamente
tomou rumo de mim.

(Fernando Campanella, 2010)
Postar um comentário

sexta-feira, 29 de julho de 2011

EM SEDA

Por esta luz que me alumia
e me inventa em seda a estrada

entre a arte, alívio da memória,
e o mais trêmulo aceno do nada

- se com o mundo me acertei/me desavim,
já nem sei -

sou o que perdidamente
tomou rumo de mim.

(Fernando Campanella, 2010)
Postar um comentário