Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

SONETO SEM NADA


Um grande sonho que nunca sonhei,
uma outra vida que nunca vivi,
um longo choro que nunca chorei,
um bom sorriso que nunca sorri,

um juramento que nunca jurei,
uma mentira que nunca menti,
uma ansiedade por que nunca ansiei,
um fingimento que nunca fingi,

uma lembrança que nunca lembrei,
uma descrença em que nunca descri,
uma esperança que nunca esperei,

um sentimento que nunca senti,
um pensamento que nunca pensei,
um sofrimento que sempre sofri.

Guilherme de Almeida
In: Os Sonetos
Postar um comentário

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

SONETO SEM NADA


Um grande sonho que nunca sonhei,
uma outra vida que nunca vivi,
um longo choro que nunca chorei,
um bom sorriso que nunca sorri,

um juramento que nunca jurei,
uma mentira que nunca menti,
uma ansiedade por que nunca ansiei,
um fingimento que nunca fingi,

uma lembrança que nunca lembrei,
uma descrença em que nunca descri,
uma esperança que nunca esperei,

um sentimento que nunca senti,
um pensamento que nunca pensei,
um sofrimento que sempre sofri.

Guilherme de Almeida
In: Os Sonetos
Postar um comentário