Seja bem-vindo. Hoje é

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

''E onde pousa não faz ninho''



Por possuir só momentos
Fugazes como os ventos
A felicidade tão falada
Não foi bem interpretada
Pois a mesma é passageira
Uma ilusão feiticeira
Uma espera que desespera
Lembra um dócil passarinho
Que voa e pousa e de novo voa
E onde pousa não faz ninho.

Walter Dimenstein
Postar um comentário

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

''E onde pousa não faz ninho''



Por possuir só momentos
Fugazes como os ventos
A felicidade tão falada
Não foi bem interpretada
Pois a mesma é passageira
Uma ilusão feiticeira
Uma espera que desespera
Lembra um dócil passarinho
Que voa e pousa e de novo voa
E onde pousa não faz ninho.

Walter Dimenstein
Postar um comentário