Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 27 de maio de 2012

''DO MUNDO''


Vão, que já não são meus
os filhos, os versos, a história.

Comigo não ficam meus passos
nem o desenho do corpo.


Vão os que do mundo vieram:
as folhas, os porres, os cansaços.


Se depositamos guirlandas e lágrimas
aos pés deste deus, nossos tesouros
já não ficam ensimesmados.


Vão, pois, esvaziem-se nossos barcos
por tamanha generosa partida.


E para tantos outros encontros
solte-se a órbita do peito no espaço.

(Fernando Campanella)
Postar um comentário

domingo, 27 de maio de 2012

''DO MUNDO''


Vão, que já não são meus
os filhos, os versos, a história.

Comigo não ficam meus passos
nem o desenho do corpo.


Vão os que do mundo vieram:
as folhas, os porres, os cansaços.


Se depositamos guirlandas e lágrimas
aos pés deste deus, nossos tesouros
já não ficam ensimesmados.


Vão, pois, esvaziem-se nossos barcos
por tamanha generosa partida.


E para tantos outros encontros
solte-se a órbita do peito no espaço.

(Fernando Campanella)
Postar um comentário