Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Como estão as montanhas


Como estão as montanhas
por detrás do horizonte,
e o litoral do sonho
além da nossa fronte;


como, no oceano denso,
anêmona perfeita
sua estrela desdobra
e o cego abismo aceita;


como, atrás das imagens,
a idéia se desenha,
e o oráculo cintila
na impenetrável brenha;


assim fica encerrrada,
assim, desconhecida,
nossa extrema verdade
na noite irreal da vida.


Cecília Meireles
In: Canções (1956)

Cecília Meireles nascimento 07/11/1901 - morte 09/11/1964
Postar um comentário

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Como estão as montanhas


Como estão as montanhas
por detrás do horizonte,
e o litoral do sonho
além da nossa fronte;


como, no oceano denso,
anêmona perfeita
sua estrela desdobra
e o cego abismo aceita;


como, atrás das imagens,
a idéia se desenha,
e o oráculo cintila
na impenetrável brenha;


assim fica encerrrada,
assim, desconhecida,
nossa extrema verdade
na noite irreal da vida.


Cecília Meireles
In: Canções (1956)

Cecília Meireles nascimento 07/11/1901 - morte 09/11/1964
Postar um comentário