Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 22 de agosto de 2010

SUPOSIÇÕES



I

Suponha que não sei
como a conheço.
Talvez assim
meus olhos amanheçam.

II

Suponha que não sei
do lado avesso.
Talvez assim
minhas mãos o reconheçam.

III

Suponha que não sei
o exato endereço.
Talvez assim
meus ouvidos o traduzam.

IV

Suponha que não sei
o claro caminho.
Talvez assim
minhas pernas me conduzam.

V

Suponha que não sei
do bravo carinho.
Talvez assim
minha boca o descubra em canto.

VI

Suponha que não sei
quando ou como atravessar o rio.
Talvez assim
aprenda a nadar enquanto.

VII

Suponha que nada sei
do amor, viver ou ser.
Talvez assim
meus pés me levem até você.

Jairo De Britto,
em "Dunas de Marfim"
Postar um comentário

domingo, 22 de agosto de 2010

SUPOSIÇÕES



I

Suponha que não sei
como a conheço.
Talvez assim
meus olhos amanheçam.

II

Suponha que não sei
do lado avesso.
Talvez assim
minhas mãos o reconheçam.

III

Suponha que não sei
o exato endereço.
Talvez assim
meus ouvidos o traduzam.

IV

Suponha que não sei
o claro caminho.
Talvez assim
minhas pernas me conduzam.

V

Suponha que não sei
do bravo carinho.
Talvez assim
minha boca o descubra em canto.

VI

Suponha que não sei
quando ou como atravessar o rio.
Talvez assim
aprenda a nadar enquanto.

VII

Suponha que nada sei
do amor, viver ou ser.
Talvez assim
meus pés me levem até você.

Jairo De Britto,
em "Dunas de Marfim"
Postar um comentário