Seja bem-vindo. Hoje é

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Para além do cotidiano


...E se você, meu pensamento, ...
Deixasse-me ir, me deixasse partir...
Par além das serenas nuvens,
Para além das coisas que os olhos vêem...
Para além do que os olhos enxergam, mas não querem...



Se você me deixasse sonhar, com todas
as coisas que gostaria de fazer e não tive tempo
Se você me deixasse livre para voar...
Em pensamentos luminosos, nos quais
A natureza reza seu canto diário.

Se eu tivesse tempo para ser perdoada...
E para perdoar...


Se eu pudesse ver transformar em realidade
todos meus coloridos e alheios sonhos
eu te juro, que estaria muito feliz,
E te seguiria sem perguntar
-De que é feita essa vida vã...


Anna Carlini
Postar um comentário

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Para além do cotidiano


...E se você, meu pensamento, ...
Deixasse-me ir, me deixasse partir...
Par além das serenas nuvens,
Para além das coisas que os olhos vêem...
Para além do que os olhos enxergam, mas não querem...



Se você me deixasse sonhar, com todas
as coisas que gostaria de fazer e não tive tempo
Se você me deixasse livre para voar...
Em pensamentos luminosos, nos quais
A natureza reza seu canto diário.

Se eu tivesse tempo para ser perdoada...
E para perdoar...


Se eu pudesse ver transformar em realidade
todos meus coloridos e alheios sonhos
eu te juro, que estaria muito feliz,
E te seguiria sem perguntar
-De que é feita essa vida vã...


Anna Carlini
Postar um comentário