Seja bem-vindo. Hoje é

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Solidão


Velha flauta geme e chora,
Ora temas melodiosos,
Ora acordes vigorosos,
Saudando a vinda da aurora.

Todos dormem muito embora
Aqueles sons tão chorosos
Vão morrendo, vagarosos,
Até ficarem de fora.

No horizonte, o sol se ensaia
Tornando belo o cenário,
Nesta manhã junto ao mar.

Como é linda a branca praia,
Por onde assim solitário
Estou desde o madrugar.

Santos, Outubro de 1949.

Ives Gandra
Postar um comentário

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Solidão


Velha flauta geme e chora,
Ora temas melodiosos,
Ora acordes vigorosos,
Saudando a vinda da aurora.

Todos dormem muito embora
Aqueles sons tão chorosos
Vão morrendo, vagarosos,
Até ficarem de fora.

No horizonte, o sol se ensaia
Tornando belo o cenário,
Nesta manhã junto ao mar.

Como é linda a branca praia,
Por onde assim solitário
Estou desde o madrugar.

Santos, Outubro de 1949.

Ives Gandra
Postar um comentário